Bastidores, o Blog Mais Acessado da Região Agreste


RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

“O MP não usaria a delação premiada se não houvesse um arsenal tão consistente”

Por Ciro Marques 

A ação da Sinal Fechado já tinha elementos suficientes para conseguir a condenação de 28 réus. Contudo, a responsabilização do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PMDB), e do ex-secretário do governo Wilma de Faria, Delevan Gutemberg Melo, e o reforço de tudo que já havia sido apontado antes contra os demais responsabilizados pelo esquema da inspeção veicular no Rio Grande do Norte, só foram possíveis com a delação premiada assinada por George Olímpio. Foi isso que o procurador-geral de justiça, Rinaldo Reis, e o promotor Afonso de Ligório, que atuou na Defesa do Patrimônio Público, confirmaram pela manhã, em entrevista a’O Jornal de Hoje.

“Com relação aos que já estavam, aos que a denúncia já havia sido recebida, já havia elemento de prova suficiente até para a condenação. Mas a delação de George Olímpio foi importante até para reforçar. Por exemplo, trouxe a conversa com Delevan, que fortalece a denúncia contra Wilma e Lauro (Maia, filho da ex-governadora)”, explicou Rinaldo Reis, acrescentando que “para aqueles que ainda não tinham sido denunciados, como Ezequiel, foi essencial”.

Antes da delação de George Olimpio, o Ministério Público já tinha reunido documentos e depoimentos (também de delação premiada) de outros réus, como Alcides Barbosa, que confirmavam a linha da investigação. Contudo, quando George, que era considerado o principal mentor do esquema criminoso, aceitou falar “a verdade”, ele reforçou tudo que estava no processo e ainda entregou provas do que disse, que ajudaram a responsabilizar Ezequiel Ferreira, Delevan e, até, o senador José Agripino Maia, que deverá ser investigado pela Procuradoria-geral da República.

Os membros do Ministério Público ouvidos pelo JH também ressaltaram que a delação de George Olimpio ainda vem em um momento muito importante do processo, que foi quando o Habeas Corpus conseguido pela defesa do ex-governador Iberê Ferreira (falecido no ano passado), deixou de ter validade. “Dentro desse contexto, a delação, quando o delator se propõe a fornecer esses produtos de mídia, sacramenta a prova, arremata o processo. Foi extremamente valioso porque foi uma prova inquestionável. São contemporâneos dos fatos. O MP não faria a delação se não houvesse um arsenal probatório tão consistente quanto esse”, relembrou Afonso de Ligório. 

“Não fomos injustos com ninguém, mas talvez tenham sido com o MP”



Escrito por Dr. Chiquinho às 19h09
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Vitória de Moro: Camargo Corrêa fará delação

Paraná 247 - O juiz Sergio Moro, do Paraná, venceu a Camargo Corrêa pelo cansaço. Com seus executivos presos há mais de três meses, a empreiteira aceitou fazer um acordo de delação premiada e irá revelar esquemas de corrupção em outras áreas do governo federal, como o setor elétrico e rodoviário. Ao que tudo indica, nada será questionado sobre a atuação da Camargo nos governos estaduais. O furo é do jornalista Kennedy Alencar. Leia abaixo:

KENNEDY ALENCAR

BRASÍLIA

A Camargo Corrêa decidiu fechar um acordo de delação premiada com o juiz Sérgio Moro e os procuradores da Operação Lava Jato. A expectativa dos investigadores é que a empresa dê informações sobre seus negócios com a Petrobras, mas também a respeito de outros setores da economia, como obras nas áreas de energia e estradas.

 

:   

Ministro Celso de Mello chama Dilma de "omissa"

Irritado com a demora da presidente Dilma Rousseff em indicar o 11º integrante do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello chamou Dilma de "omissa"; "Essa omissão irrazoável e abusiva da presidente da República já está interferindo no resultado dos julgamentos. Novamente, adia-se um julgamento", disparou Mello, durante um julgamento que terminou empatado nesta quinta-feira, 26; "É lamentável que isso esteja ocorrendo", completou o decano do STF; ministro Marco Aurélio Mello endossou a crítica; "Veja como é nefasto atrasar-se a indicação de quem deve ocupar a cadeira"; nos últimos dias, ganharam força para substituir Joaquim Barbosa o jurista Clèmerson Merlin Clève e o desembargador Fausto De Sanctis.

 Luis Macedo / Câmara dos Deputados:

CPI da Petrobras confirma PMDB e PT no comando

Reunião de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito que irá investigar a corrupção na Petrobras elegeu nesta quinta-feira, 26, os nomes dos deputados Hugo Motta (PMDB-PB) e Luiz Sérgio (PT-RJ) na presidência e relatoria do colegiado; CPI terá o prazo de 120 dias para concluir seus trabalhos e deverá ser investigado também as denúncias de pagamento de propina na estatal durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi presidente da República (1995-2003)

:  

Economist diz que Brasil está no 'atoleiro'

Capa da edição semanal da revista britânica "The Economist" diz que a economia brasileira está uma "bagunça" e enfrentará dificuldades para sair do "atoleiro" onde se encontra; país enfrenta pior crise econômica desde 1990, com estagnação da economia, recessão "provavelmente prolongada"; marca por sua posição crítica à gestão da presidente Dilma, revista afirma que os brasileiros "estão percebendo que compraram falsas promessas" e exemplifica com o pacote de ajuste fiscal proposto pelo governo.



Escrito por Dr. Chiquinho às 18h42
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Richtofen diz ter saudade dos pais e afirma que premeditou crime por 'liberdade'

Em entrevista a Gugu Liberato, Suzane, 31 anos, confessa que planejou as mortes de Manfred e Marísia e lamenta o fato de não ter mais a família ao seu lado: "Ela faz parte de mim"

iG

São Paulo - "Naquele dia estraguei não só a minha vida, como a do meu irmão, a dos meus pais. Queria fazer diferente, mas não tenho como voltar atrás". Quase dez anos depois de conceder sua última entrevista, Suzane Von Richtofen voltou a falar publicamente sobre o duplo assassinato dos pais, Marísia e Manfred, planejado e executado por ela ao lado dos irmãos Cravinhos no dia 31 de outubro de 2002, o que a levou a ser condenada a 39 anos de prisão.

Desta vez falando ao "Programa do Gugu", em entrevista de mais de uma hora gravada em uma sala do Penitenciária Feminina do Tremembé, no interior de São Paulo, e exibida nesta quarta-feira (25) na TV Record, Suzane voltou a a afirmar ter arrependimento do crime, a exemplo do que já havia dito ao "Fantástico" pouco depois do crime. Agora, no entanto, não fugiu de sua responsabilidade no duplo homicídio: confessou, além de participado, ter premeditado o crime junto ao então namorado, Daniel, e o irmão dele, Cristian.

"Não foi na véspera [dos assassinatos] que tudo foi resolvido. Foi planejado [...], uma junção de ideias, os três bolaram. Acho que o Cristian conhecia menos da situação, mas tanto eu quanto o Daniel temos culpa nas mortes, sim", disse Richtofen, jovem de família abastada que chocou o Brasil ao ter sido descoberta como culpada pelos assassinatos dos pais. Ela justificou o crime como uma tentativa de ter a liberdade que tanto sonhava ao lado do então namorado, com o qual começou a se envolver quando tinha 14 anos.

"Minha casa era toda certinha, tinha hora de almoçar, de jantar, de dormir. Tudo era certinho. Era uma vida regradinha...E o Daniel me apresentou uma vida desregrada, em que podia tudo, e eu me encantei com isso. Conheci uma vida em que era livre. Hoje sei que era tudo mentira, porque para ter liberdade é preciso ter responsabilidade, saber das consequências. Mas lá atrás eu só queria viver aquela liberdade", conta a ex-estudante de Direito, hoje com 31 anos. "Se eu não tivesse conhecido os irmãos Cravinhos minha história seria diferente. Mas eu tive culpa e estou pagando por isso."

'Pais carinhosos'

Desde que ficou conhecida a participação da bonita jovem, loira e rica no duplo homicídio, teorias pipocaram a respeito da criação de Suzane. Abusos na infância, relacionamento difícil com os pais, problemas com diálogos. Mas, segundo a própria executora do plano, Manfred e Marísia eram pessoas boas, pais carinhosos, que sempre a apoiaram em suas escolhas.

Em diversos momentos da entrevista, Suzane afirmou sentir "saudades" dos pais, da família, da rotina. Disse ter lembranças doces da mãe, "uma pessoa presente, maravilhosa". Afirma que a relação com as vítimas era de carinho, de abraços.

"Estou pagando pelo que fiz até hoje. E não é só com cadeia", discursou ela. "Eu não tenho mais minha família, minha mãe...Se eu tivesse ela, com certeza ela viria aqui [ao presídio] todos os domingos para me visitar. Quando se está preso e vem a mãe e o para te ver é uma força maior. Quando não se tem não é fácil. E estou sofrendo com isso."

Audiência

Segundo dados prévios, a entrevista de Suzane ao Gugu atingiu por diversas vezes o primeiro lugar em audiência, derrotando a Globo, que exibia partida de futebol do campeonato regional.



Escrito por Dr. Chiquinho às 11h37
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Lula critica estratégia de comunicação do governo Dilma

Em jantar com senadores do PT, nesta quarta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a estratégia de comunicação do governo Dilma sobre o ajuste fiscal. Ao ouvir um rosário de queixas sobre as mudanças anunciadas na economia, Lula disse que o governo falha ao não explicar por que haverá alterações em benefícios previdenciários e trabalhistas e onde se quer chegar com o "sacrifício".

"Esse ajuste precisa ter um objetivo. Ele não está sendo feito porque achamos que é bom, mas, sim, para apontar um horizonte. Falta dizer, então, por que essas medidas estão sendo tomadas. É para aumentar o emprego? Para adotar novas políticas sociais? Nós todos temos falhado um pouco ao não explicar que não se trata de um fim em si mesmo nem de uma coisa isolada", afirmou o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), após o jantar com Lula, realizado na casa do colega Jorge Viana (AC).

Durante três horas e meia, os petistas fizeram várias reclamações sobre o estilo centralizador da presidente Dilma Rousseff e a articulação política do Palácio do Planalto. Dos 12 senadores da bancada, só faltaram Marta Suplicy (SP), de malas prontas para deixar o PT, e Ângela Portela (RR), que está doente.

Quando a conversa chegou ao ajuste fiscal, os senadores disseram que a equipe econômica não conseguirá aprovar as restrições a benefícios como seguro desemprego, abono salarial e pensão por morte se não recuar e amenizar a proposta. Muitos deles afirmaram, ainda, que não estão dispostos a perder apoio nas bases sociais em nome de um ajuste ortodoxo nas contas públicas, que sempre combateram.

Lula concordou com as críticas, mas animou a plateia ao lembrar que ele pode ser o candidato à sucessão de Dilma, em 2018. Ao traçar um cenário sobre as consequências políticas da fragilidade econômica, ele disse que é necessário combater a inflação "sem trégua", o mais rapidamente possível, para evitar que tudo desande.

"O que nós queremos que esteja acontecendo no dia 31 de dezembro de 2018?", perguntou Lula, segundo relato do senador Humberto Costa. "Qual País nós queremos entregar ao sucessor de Dilma?"



Escrito por Dr. Chiquinho às 11h03
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Ministério Público faz nova denúncia

Nadjara  Martins e Roberto Lucena

Repórteres 

Surge mais um desdobramento da Operação Sinal Fechado decorrente da delação premiada do empresário e advogado George Olímpio. Na última segunda-feira (23), o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) apresentou denúncia contra Delevam Gutemberg Queiroz de Melo perante à Justiça. O ex-secretário estadual adjunto de Infraestrutura e assessor da ex-governadora Wilma de Faria é acusado de participar do esquema fraudulento que Olímpio montou junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN). A acusação é de prática de corrupção passiva e formação de quadrilha.

Delevam é acusado de corrupção e formação de quadrilha

A denúncia tramita na 3ª Vara Criminal da zona Sul de Natal e, segundo os promotores do Patrimônio Público, Delevam foi responsável por intermediar a assinatura de convênio entre o Detran/RN e o Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do RN (IRTDPJ/RN), de modo que todo contrato de financiamento de veículo com garantia real no Estado fosse obrigatoriamente registrado perante cartórios ligados ao instituto, com pagamento pelo registro por parte dos adquirentes dos automóveis.

O dinheiro proveniente do esquema, segundo George Olímpio, era rateado entre a governadora Wilma de Faria, Delevam Gutemberg e o filho da governadora, o advogado Lauro Maia. Na denúncia do Ministério Público consta que a repartição de receitas dava-se da seguinte forma: a cada contrato registrado, Wilma recebia R$ 15,00, enquanto Delevam e Lauro Maia dividiam o montante de R$ 3,00 por registro.



Escrito por Dr. Chiquinho às 13h20
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Arrependimento motivou delação, garante George Olímpio

 

Tribuna do Norte

 

O advogado e empresário George Olímpio, réu no processo gerado após as investigações da Operação Sinal Fechado, justificou a delação sobre o esquema que visava fraudar a inspeção veicular no Rio Grande do Norte. Segundo Olímpio, o arrependimento foi fundamental para a decisão de procurar o Ministério Público e colaborar com a investigação. No entanto, o réu confirma que o distanciamento dos demais envolvidos também ajudou na decisão.

George Olímpio, advogado e empresário

Em nota encaminhada à imprensa, George Olímpio disse que a delação ocorreu devido a "uma decisão para mudança de vida", uma "decisão de sair da obscuridade e da mentira, que permeiam a má política e mudar minha postura de vida".

Apesar da intenção de contribuir para a elucidação dos crimes cometidos, Olímpio também confirmou que o distanciamento dos cúmplices nas irregularidades, "como se afastam das piores doenças infectocontagiosas", também motivou o advogado a destrinchar o esquema criminoso. Para ele, caso ainda tivesse relação próximas com os demais réus, a tendência seria que ele não assumisse a culpa.

"Não fosse assim, eu teria que continuar cometendo delitos, com auxílio dos delatados para tentar provar uma inocência, nas mais diversas instâncias da Justiça, inocência esta que realmente não existe", disse, relatando ainda que repassou áudios ao Ministério Público em que fica claro que havia articulações para a defesa dos supostos envolvidos.

Segundo George Olímpio, todas as acusações feitas na delação premiada são verdadeiras, ao contrário do que ocorria nos depoimentos de 2012, quando Olímpio negava a participação nos crimes. Na opinião do réu, as mentiras contadas durante os depoimentos anteriores não constituíam uma transgressão legal. Hoje, na condição de colaborador, ele tem a obrigação de falar a verdade.

"Neste momento, quem fala é o réu colaborador, totalmente comprometido pela lei, pelo acordo e pela mudança moral que busca em sua vida, após, sim, ter cometido delitos, mas que busca hoje andar pelos caminhos da legalidade", disse.

Para George Olímpio, as provas fornecidas ao Ministério Público são suficientes para confirmar o conteúdo da delação premiada. "Não existe corruptor sem corruptos. Não existe a aprovação de uma lei a mais, a dispensa incomum de sua tramitação, apenas por ato e vontade únicas de George Olímpio", argumentou Olímpio.

"Tomei a decisão (de fazer a delação premiada) sóbrio e divorciado de qualquer sentimento de vingança. Podem ter certeza, se possível fosse, falaria apenas de mim em minha delação. Peço desculpas por meus erros anteriores, bem como afirmo veementemente que jamais me verão em qualquer atividade que envolva o Estado e/ou o cometimento de qualquer outra infração penal de fatos diversos da operação Sinal Fechado", garantiu o réu.



Escrito por Dr. Chiquinho às 23h47
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Áudio confirma propina de Agripino. Xeque-mate? 

Ministério Público divulgou nesta tarde o primeiro áudio sobre a propina de R$ 1,1 milhão que teria sido paga ao senador Agripino Maia (DEM/RN); na conversa o ex-deputado João Faustino, morto em 2014, fala com o lobista George Olímpio sobre o pagamento ao parlamentar para facilitar a implantação de serviço obrigatório de inspeção veicular no Rio Grande do Norte; Agripino, que foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Aécio Neves, no ano passado, tem sido um dos mais moralistas dos parlamentares do Congresso, a exemplo do ex-colega de partido Demóstenes Torres; confira a conversa comprometedora; reportagem de Daniel Dantas Lemos.

Por Daniel Dantas Lemos

Em áudio divulgado na tarde de hoje pelo Ministério Público ao anunciar denúncia contra Delavam Melo, o ex-deputado João Faustino, morto em janeiro de 2014, aparece em diálogo com George Olímpio. Trata-se do primeiro áudio.

Os dois falam sobre o fim da inspeção veicular no início do governo Rosalba Ciarlini.  George espera que João possa abrir as portas junto ao governo a partir de Carlos Augusto Rosado, marido da então governadora.  Na conversa, falam sobre a propina de R$ 1 milhão 150 mil paga a José Agrino Maia.

A conversa é na casa de João e foi gravada por George.  Conversam sobre uma negociação entre Carlos Augusto Rosado e João.

Diz João: “Haveria uma participação do consórcio na campanha e até uma participação mensal depois da campanha”

Carlos Augusto teria respondido: “Essa participação mensal, eu dispenso"

João continua: “Ele [Carlos Augusto] diz que se lembra, sabe das negociações que Zé Agripino fez, sabe que você se comprometeu"

George: “Fora a negociação, daquele dinheiro, tem uma parte que foi dada. (…)e mais cento e cinquenta. Eu dei uma parte por último, que ele me pediu, eu dei por último.  150, um cheque, que ele pegou dinheiro daquele rapaz, que fica lá na tevê, na Tropical"

João: “Sei, sei, o sobrinho dele, Tarcísio”

George: “Tarcisinho, que vence em setembro o cheque. Mais 150, no final da campanha ele disse assim: ‘George, eu preciso de você'"

João: “Você deu R$ 200 mil, não foi?”

“Eu dei R$ 300 mil, em dinheiro.  Marcílio deu R$ 400, Ximbica deu R$ 300”

João: “Mais 150”

George: “Na última semana ele me chamou e disse: ‘George, eu preciso de você’.  Mais 150”

João: “Fora os juros”

George: “Os juros eu já vou pagando. Agora, em Brasília, ele me pediu para pagar o desse mês.  Chega eu fiquei destreinado”.Já na parte final da conversa, depois de discutirem que, no governo, apenas Miguel Josino, então Procurador Geral do Estado, era contrário a uma solução que mantivesse a inspeção, George propõe:

“Não valeria, depois dessa conversa, uma ligação do senador José Agripino para Miguel Josino, nesse sentido? ‘Miguel: defenda a lei, que é um absurdo o que está se dizendo da inconstitucionalidade'"

Diz João: “Eu vou falar com José Agripino”, ao que George complementa dando os argumentos em cima de uma lei sobre inspeção veicular semelhante feita pelo Distrito Federal que foi julgada constitucional pelo STF.



Escrito por Dr. Chiquinho às 21h46
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Quem diria?

A nata da politica do Rio Grande do Norte está na boca do povo e do Ministério Público Estadual, nomes dos famosos como: O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN), quem deve está dando gargalhada de orelha a orelha é o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, Zé Agripino, é quem mais faz critica ao ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, sobre a Operação Lava Jato da Polícia Federal. Logo ele que foi denunciado pela delação premiada ao Ministério Público do Rio Grande do Norte divulgada no domingo (22), pelo Fantástico, da TV Globo, o empresário potiguar George Olímpio acusou o senador José Agripino (DEM), de cobrar mais de R$ 1 milhão para permitir um esquema de corrupção no serviço de inspeção veicular investigado pela Operação Sinal Fechado do Ministério Público Estadual, em 2011. 

Os outros acusados pelo empresário são: A ex-governadora e atual vice-prefeita de Natal, Vilma de Faria (PSB), Lauro Maia que é seu filho, o atual presidente da Assembleia Legislativa de Natal, Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), eles estão atolado até o pescoço com as denuncias, o outro citado por Olímpio foi o ex-vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), morto em setembro do ano passado. E mesmo assim. Ficam os caras querendo explicar o inexplicável e querendo tapar o sol com a peneira e vender Gato por Lebre, pensando eles que o povo é besta.

É algo impossível, essa gente colocar na cabeça da opinião publica que eles não têm culpa no cartório. É ao Ministério Publico que eles vão esclarecer sua idoneidade e não a opinião publica, o próprio empresário George Olimpio, disse no Fantástico, que o comentário do senador Agripino foi uma "chantagem". "Os R$ 1,15 milhão foram dados em troca de manter a inspeção", disse o empresário.

Fica uma pergunta no Ar, quem está com a verdade ou com a mentira?, É Agripino, Vilma, Ezequiel, Lauro Maia ou o empresário George Olímpio? O povo quer saber. 



Escrito por Dr. Chiquinho às 21h15
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

 Resultado de imagem para sinal fechado

Ministério Público divulga gravações da Operação Sinal Fechado; escute

 

Publicação: 2015-02-24 18:45:00

 

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) divulgou os áudios usados pela promotoria nas investigações da Operação Sinal Fechado. Gravados em diversas ocasiões, os áudios mostram conversas entre George Olímpio e outros envolvidos no esquema que visava a inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

Escute as gravações:

Áudio 1. George Olímpio conversa na residência de João Faustino sobre a retomada do contrato da inspeção veicular, cobrando esforços de João Faustino e de todo o pessoal engajado para viabilizar a inspeção veicular para vencer as resistências do governo estadual que reluta em manter o contrato. No meio da conversa, tratam sobre pagamentos.

Áudio 2. George Olímpio conversa com Marcus Procópio, Edson Faustino e João Faustino sobre a estratégia de conseguir que o processo judicial da inspeção veicular vá para a Justiça Federal, articulando uma atuação no Tribunal de Justiça.

Áudio 3. George Olímpio reclama de João Faustino que a decisão judicial que Marcus Procópio ficou de monitorar em nome do grupo saiu diferente do que eles esperavam e o processo permanece na Justiça Estadual. Em seguida, George Olímpio e João Faustino discutem a interposição de um agravo regimental para modificar a decisão.

Áudio 4. George Olímpio e Érico Vallério estão no DETRAN e conversam sobre o repasse mensal relativo ao registros dos contratos de financiamento de veículos, ocasião na qual combinam um encontro no dia seguinte no escritório do colaborador para o acerto do pagamento da propina.

Áudio 5. George Olímpio e Ezequiel Ferreira de Souza discutem estratégias para trancar a ação penal da operação Sinal Fechado. Nesta mesma gravação, George Olímpio avisa a Ezequiel da existência de investigação na Procuradoria-Geral de Justiça contra o deputado.

Áudio 6. George pede a intermediação de Delevam junto a Wilma e a Lauro Maia para que eles se articulem para trancar a ação penal da Operação Sinal Fechado.

Áudio 7. George e Delevam conversam sobre o acerto financeiro que havia entre eles, Wilma e Lauro Maia para assegurar o convênio entre o Instituto de Registradores e o DETRAN/RN.



Escrito por Dr. Chiquinho às 21h02
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Pelo menos dez estados são afetados por bloqueios dos caminhoneiros

Jornal do Brasil

Caminhoneiros do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil protestam desde o dia 20 contra a alta do combustível e o baixo valor pago pelos fretes. O fechamento de rodovias no país prejudica o abastecimento de diversas cidades e já afeta o Rio de Janeiro. No estado, faltam legumes e frutas que não são produzidos no Rio, como batata, cenoura, banana e laranja.

Waldir Lemos, presidente da Associação Comercial de Produtores e Usuários da Ceasa Grande Rio (Acegri), acredita que a situação pode ficar pior nos próximos dias caso as reivindicações não sejam ouvidas. Os alimentos já estão 40% mais caros em supermercados e hortifrutis e, se o protesto continuar nos próximos dias, os produtos podem extrapolar 100% de aumento.

 


"A gasolina aumenta, o gás, os pneus. E o frete só diminui. O mercado está massificado de transportadoras, a concorrência é muitas vezes desleal. O ideal seria o Governo tabelar o preço do frete por quilômetro rodado, o que impediria os preços flutuantes e desleais para os caminhoneiros", sugere o presidente da Acegri.

A Justiça Federal no Rio Grande do Sul determinou aos caminhoneiros, que fazem manifestações contrárias ao aumento dos combustíveis, que desobstruam, ainda hoje (24), acostamentos e leitos das rodovias federais sob jurisdição da 3ª Vara Federal de Pelotas. A liminar, da juíza federal Dulce Helena Dias Brasil, abrange as BRs 293, 116 e 392.



Escrito por Dr. Chiquinho às 20h59
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Ato em defesa da Petrobras reúne sindicalistas e intelectuais no Rio 

Jornal do Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará do ato "Defender a Petrobras é defender o Brasil", que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Federação Única dos Petroleiros (FUP) realizam nesta terça-feira, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio de Janeiro.

A manifestação vai reunir sindicalistas, advogados, jornalistas, intelectuais e todos que quiserem apoiar a iniciativa. O ato é parte de uma campanha nacional em defesa da Petrobras, que já teve início nas redes sociais, com a coleta de assinaturas de adesão ao manifesto, que será lançado oficialmente nesta terça-feira, 24.

Além do ex-presidente Lula, confirmaram presença no ato o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos, o ator Antônio Pitanga, os escritores Eric Nepomuceno e Fernando Moraes, os jornalistas Hildegard Angel e Luís Nassif, o cineasta Luiz Carlos Barreto, os economistas Luiz Gonzaga Belluzzo e Márcio Pochmann, o presidente da OAB/RJ, Felipe Santa Cruz, o líder do MST, João Pedro Stédile, a presidente da UNE, Vic Barros, o presidente da CUT nacional, Vagner Freitas, o Coordenador Geral da FUP, José Maria Rangel, além de sindicalistas e lideranças de movimentos sociais de todo o Brasil.

A campanha em defesa da estatal prosseguirá após o ato desta terça-feira, com atividades por todo o país. Uma grande manifestação popular já está agendada para o dia 13 de março, na Avenida Paulista, em São Paulo.



Escrito por Dr. Chiquinho às 20h13
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

 


Briga! Marco Feliciano chama Thammy Miranda de "anta" e causa confusão no"Programa Raul Gil"

O deputado federal Marco Feliciano foi convidado para gravar o quadro "Elas Querem Saber", do "Programa Raul Gil", na última segunda-feira (23), e causou polêmica durante sua passagem pelo SBT.

Enfrentando inúmeras perguntas de Val Marchiori, Thammy Miranda e Penélope Nova, o político perdeu a paciência com os questionamentos a respeito dos homossexuais e chegou a chamar a filha de Gretchen de "anta".

A socialite utilizou seu blog pessoal para comentar a confusão. "Teve discussão, xingamento, microfone cortado e muita polêmica! Mas também, com Feliciano de um lado, Thammy do outro, e Penélope e eu só colocando mais lenha na fogueira, só podia dar nisso [risos]", postou.

E continuou: "[...] O Thammy não tinha paciência para as coisas que ele falava. O Feliciano começava a falar de gay, ele ficava inconformado, e já falava em cima do deputado. O clima foi ficando tenso até que o deputado chamou o Thammy de anta e ele quase foi para cima", contou, ela, referindo-se à herdeira de Gretchen no masculino.



Escrito por Dr. Chiquinho às 19h20
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua” 

George Olímpio afirma que Agripino cobrou propina de R$ 1 milhão

Tribuna do Norte

Em delação premiada ao Ministério Público do Rio Grande do Norte divulgada no domingo (22), pelo programa Fantástico, da TV Globo, o empresário potiguar George Olimpio acusou o senador José Agripino (DEM), presidente nacional do DEM, de cobrar mais de R$ 1 milhão para permitir um esquema de corrupção no serviço de inspeção veicular investigado pela Operação Sinal Fechado do Ministério Público Estadual, em 2011. A acusação é semelhante à que fez o lobista Alcides Barbosa, em 2012, também em depoimento ao MP.

Olimpio, além de Agripino, participavam do esquema a ex-governadora do Rio Grande do Norte e atual vice-prefeita de Natal, Vilma de Faria (PSB), seu filho Lauro Maia, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PMDB), e o ex-vice-governador Iberê Ferreira (PSB), morto em setembro do ano passado. Todos negaram envolvimento.

De acordo com a delação premiada feita ao Ministério Público, o acerto com Agripino teria acontecido na cobertura do senador, em Natal. "A informação que temos é que você deu R$ 5 milhões para a campanha do Iberê", teria dito o senador, segundo o delator. Olimpio respondeu que doou R$ 1 milhão para a campanha do ex-vice e prometeu entregar R$ 200 mil imediatamente ao senador e outros R$ 100 mil na semana seguinte. "Aí ficam faltando R$ 700 mil", teria dito Agripino.

O empresário interpretou o comentário do senador como uma "chantagem". "Os R$ 1,15 milhão foram dados em troca de manter a inspeção", disse Olímpio.

Resposta

Em nota, o senador José Agripino negou qualquer cobrança de propina a George Olímpio. Alegando que o próprio empresário já havia afirmado em cartório que não repassou R$ 1 milhão ao senador, Agripino questionou a mudança de postura do empresário.

Desconheço o teor da suposta acusação de que sou vítima. Estaria eu sendo acusado pelo suposto delator de fatos que ele próprio, recente e voluntariamente, contestou e negou em testemunhal registrado em cartório no Rio Grande do Norte? Estaria eu sendo objeto de denúncia de igual teor à que a Procuradoria Geral da República já teria apurado e arquivado? Por que razão estes fatos, que não são novos, estariam sendo retomados neste momento?

Do G1 RN

 


Presidente da AL potiguar tem 15 dias para se defender de corrupção 

Ezequiel Ferreira foi denunciado pelo Ministério Público na sexta-feira (20). Segundo delator, deputado teria recebido R$ 300 mil em forma de propina.

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, tem 15 dias para apresentar defesa da denúncia feita pelo Ministério Público Estadual de que teria recebido propina para agilizar a tramitação de uma lei. O prazo foi dado pelo desembargador Vivaldo Pinheiro, que é o relator da ação penal ajuizada pelo MP. De acordo com a denúncia, que foi apresentada na sexta-feira (20), Ezequiel teria participação em esquema investigado pela operação Sinal Fechado. A decisão sobre o recebimento ou não da denúncia, nos termos da lei, será do Pleno do Tribunal de Justiça do RN.

Antes de levar o processo ao Pleno, o desembargador abrirá um prazo para a defesa do denunciado. Vivaldo Pinheiro encaminhará uma notificação para o presidente da Assembleia, com o prazo legal de 15 dias para que apresente suas contrarrazões. Se na defesa apresentada pelo deputado forem incluídos novos documentos, o Ministério Público também poderá ser provocado a se pronunciar.

Após isso, o relator Vivaldo Pinheiro apresentará seu voto em uma sessão do Pleno, em que caberá ao colegiado decidir se acata ou não a denúncia. O Pleno poderá deliberar pelo recebimento da denúncia nos termos da lei, pela rejeição ou pela improcedência, com consequente arquivamento.



Escrito por Dr. Chiquinho às 19h10
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”

Aniversario nota 10

Neste sábado, 21 de fevereiro, quem trocou de idade foi à pequena princesa, MARIA JÚLIA. A Fofa completou 10 anos de idade, ela é o paparico de toda a família. MARIA JÚLIA é filha do simpático casal, Júlio Cesar e Daynne, parabéns aos pais, avós maternos e paternos pela organização do aniversario nota 10 de MARIA JÚLIA, o casal recepcionou os convidados no belíssimo espaço de Fernando Decorações, além dos familiares, muitos amigos do casal foram homenagear a pequenina Júlia. Com certeza, essa data nunca sairá da memoria de MARIA JÚLIA. Os pais da aniversariante ficaram meses e meses planejado cada detalhe da festa, que realmente foi impecável em todos os sentidos.

 


Família: Ferreira e Silva  

O aniversário de MARIA JÚLIA foi lindo, cheio de detalhes e mimos, foi assim os 10 anos da pequena MARIA JÚLIA. Quem marcou presença foi à família, Ferreira e Silva. Representada pelos tios e tias, entre eles estava o Lula Pinga Fogo acompanhado da família que estão visitando a cidade, a família, Ferreira e Silva estava em peso para homenagear a sobrinha Júlia, como a família é grande vamos esperar em Deus, que nos próximos aniversários estejamos todos  juntos.

 


Para seus pais:

Você é a razão do nosso viver

Você é o ar que respiramos

Você é a estrela que nós admiramos

Você é a nossa esperança e nosso milagre

Você é um anjo que caiu do Céu

Escolhemos você como a nossa estrela no campo

Escolhemos você para ser a nossa flor na terra

Escolhemos você para darmos o nosso grande amor.

Parabéns MARIA JÚLIA




 



Escrito por Dr. Chiquinho às 01h57
[ envie esta mensagem ] [ ]




RÁDIO TAMANCO informa:

“A verdade nua e crua”



Escrito por Dr. Chiquinho às 17h43
[ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Quem sou eu

Francisco Assis da Silva,

Metalúrgico aposentado pelo estaleiro EMAQ, Praia da Rosa, Nº 2 - Ilha do Governador/RJ.
Ex-Secretário Municipal de Planejamento e Meio Ambiente de Nova Cruz/RN, foi membro da ANAMMA e do CONEMA do RN, do Polo Agreste de Turismo do RN e do conselho de Turismo Agreste-Trairi

Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog


Publicidade